Casa Civil

Integração entre município e Estado atende demandas da indústria

2021-03-01 09:06:00 - Jornalista: Márcio Siqueira
Compartilhe:  
Foto de participantes do Fórum Repensar Macaé
Foto: Guga Malheiros
Prefeito Welberth Rezende participa de Fórum do Repensar Macaé

A integração de iniciativas públicas que potencializem o favoritismo de Macaé em atrair investimentos e consolidar a nova etapa de transformação do setor de óleo e gás em energia, marca a união de esforços entre a prefeitura e o governo do Estado, aproximando também as instituições empresariais locais que representam a base econômica do município.

Tendo como pauta prioritária a revisão tributária sobre as operações do gás natural no Estado, tornando ainda mais favorável o ambiente de negócios criado na cidade a partir da construção da usina termelétrica Marlim Azul, essa parceria política e empresarial foi reforçada nesta sexta-feira (26), pelo prefeito Welberth Rezende, junto aos secretários estaduais de Fazenda, Guilherme Mercê, e de Desenvolvimento Econômico, Leonardo Soares, no fórum promovido pelo movimento empresarial Repensar Macaé.

"Hoje Macaé é a cidade capaz de alavancar a economia do Estado, superando o atual cenário. E o nosso favoritismo está no trabalho desse fórum empresarial, que é responsável por tornar a cidade hoje uma referência na produção de energia. Nós temos o gás e já temos também as termelétricas, a proposta de zerar a alíquota do ICMS sobre essa operação é garantir, de vez, a transformação econômica que todos nós acreditamos", afirmou o prefeito.

No encontro, o secretário estadual de Fazenda reiterou a importância estratégica de Macaé em auxiliar o Estado a recuperar a força tributária necessária para equilibrar a arrecadação e normalizar os gastos públicos.

"Macaé é o centro pujante da economia fluminense e enxergamos grandes perspectivas para a cidade através do mercado do petróleo. Indicadores apontam que o barril de óleo bruto deve chegar ao patamar entre US$ 80 e US$ 100, uma recuperação importante no momento em que atuamos para garantir a consolidação do Repetro. Juntos, o município e o Estado, possuem a força de transformar o atual cenário em uma nova fase positiva, para o poder público e para a iniciativa privada", disse Guilherme Mercê.

A consolidação da "era de ouro" do município assumir de vez o cenário de industrialização, por meio da expansão do mercado de energia, foi destacada pelo secretário estadual de Desenvolvimento Econômico.

"Vivemos hoje a oportunidade de ouro de industrializar o Estado. E esse movimento deve começar por Macaé. O Rio só voltará a ser forte quando os municípios do interior também forem fortes", disse Leonardo Soares.

De acordo com Adail Costa Júnior, presidente da Associação Macaense dos Contabilistas (Amacon), que representa o Repensar, a atenção das lideranças do poder público são fundamentais para ajudar Macaé a avançar.

"A proposta do Repensar é promover o diálogo e discutir temas que envolvem toda a cadeia da nossa economia. As instituições reconhecem, hoje, que o interesse do município e do Estado em nos ouvir permite a cidade a vislumbrar um futuro próximo de mais investimentos e de geração de empregos", afirmou.

O fórum promovido pelo Repensar Macaé também contou com a participação do deputado estadual Chico Machado (PSD); do secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Rodrigo Vianna; do secretário adjunto de Trabalho e Renda, Cristiano Almeida; e do secretário adjunto de Políticas Energéticas, Júnior Luna.

Assista ao vídeo.

+ Mais Notícias