Inscrição para cursos promovidos pela Fundação de Ação Social supera expectativa

2005-03-16 14:38:57 - Jornalista:
Compartilhe:  

Cento e cinqüenta e oito pessoas procuraram o Centro de Qualificação Profissional durante à tarde de segunda feria, (14), e mais 65 na terça, (15), para se inscrever nos cursos oferecidos pela Fundação de Ação Social (FAS). Essas pessoas estarão se preparando para entrar no mercado informal de trabalho. Os cursos oferecidos são: artesanatos. bijuterias, bordado, cabeleireiro, corte e costura, culinária e serviços do lar, manicure e pintura em tecidos. A duração do curso é, em média, de três a quatro meses e todos receberão certificado após a conclusão.

O curso mais procurado foi o de cabeleireiro, com 44 inscrições. Em seguida o de bijuteria, com 37, bordado, 26, corte e costura, 26, manicure, 26, pintura em tecido, 19 e artesanato, com 17 inscritos.

De acordo com o presidente da FAS, Fernando Horta, os cursos vêm de encontro às necessidades das famílias que precisam aumentar a renda familiar. A novidade é que a Fundação está tentando, junto à Caixa Econômica Federal, firmar uma parceria para viabilizar o micro-crédito aos formandos dos cursos, para que eles possam montar seus próprios negócios.

Conforme Horta, todos os inscritos farão os cursos, mesmo que, a princípio, sejam ultrapassados os números de vagas. “Durante a inscrição, promovemos um cadastro reserva e, após a formação do primeiro grupo, o restante será chamado em seguida”, explicou.

Segundo Fernando Horta, a administração municipal pretende promover a igualdade dentro das classes sociais. Para isso, viabiliza cursos, voltados, principalmente para as donas de casa, dando oportunidade ao ingresso no mercado de trabalho informal.

Horta informou ainda, que o Centro de Qualificação Profissional está passando por reforma e em breve poderá ampliar a grade de cursos para qualificar maior quantidade de profissionais. “O prefeito Ríverton Mussi quer oferecer aos cidadãos macaenses a oportunidade de ingressar no mercado de trabalho, aumentando a renda familiar e, dessa forma, melhorar a qualidade de vida da população”, finalizou Horta.

Busca

Acesso Rápido

Destaque