Prefeitura Municipal de Macaé

Palestra “Neurociências e metodologias” capacita profissionais

2018-05-15 16:01:00 - Jornalista: Elis Regina Nuffer
Compartilhe:  
Foto de pessoas na palestra
Foto: Divulgação
Encontro aconteceu nesta terça, na Cidade Universitária

Como o seu cérebro age e reage tem muito a ver com o processo de ensino-aprendizagem. Para conversar sobre o assunto a Secretaria Municipal de Educação realizou o III Diálogos em Educação, na manhã desta terça-feira (15), no Auditório Claudio Ulpiano, destinado a orientadores educacionais e pedagógicos da rede municipal. O professor convidado Luís Vicente Ferreira, pós-doutor em Ciências dos Sistemas Complexos, falou sobre “Interfaces com Neurociências e Metodologias Ativas Necessárias à Construção do Conhecimento, ao Planejamento e às Avaliações, conforme a Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

A abertura da palestra teve momento cultural com cinco alunas do Colégio Engenho da Praia que recitaram suas poesias e contos participantes do concurso nacional literário “Faça Parte da Nossa História”, do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), do Ministério da Educação (MEC), em comemoração aos 81 anos do Programa Nacional do Livro Didático (PNLD), no qual alunos do ensino fundamental e médio das escolas públicas de todo o país puderam inscrever as suas obras.

Isadora Fragoso recitou Na Fazenda; Hillary Mourão, Evolução; Mariana Teixeira, A Tecnologia e a Amnésia; Ana Caroline Martins, O Encanto que a Leitura nos Traz; e Rutiane da Silva Santos, Um Novo Amanhã. Elas emocionaram o público e ganharam aplausos.

O professor palestrante abriu o encontro fazendo uma dinâmica com exercícios de neurociência, com perguntas e respostas, levando os profissionais participantes a ver como o seu cérebro age e reage diante das circunstâncias. O objetivo, segundo ele, é que os educadores possam levar para as salas de aula um modelo de aprendizado utilizando estratégias neurológicas como acolhimento do aluno na escola, repensar a questão do horário de início das aulas, as sirenes e outras técnicas para melhorar o ensino-aprendizagem.

- Neste encontro estimulamos reflexões e práticas para a construção compartilhada de conhecimentos. Eu acredito muito na escola pública. É um grande aprendizado para professores e alunos para a vida toda. O que precisamos, às vezes, é mudar a maneira de dar aulas, de receber o aluno, de entender que o cérebro tem o seu tempo e espaço -, concluiu.

O encontro é promovido pela Superintendência de Ensino Fundamental e Médio, através das Coordenações de Orientação Educacional e Pedagógica. Este ano é o primeiro, mas o evento está na sua terceira edição, tendo iniciado em agosto, visando a interação, troca, fala, conhecimento, entre os profissionais e as ações desenvolvidas nas unidades escolares do município. A segunda edição ocorreu em outubro com abordagem da Avaliação da Aprendizagem.

A superintendente de Ensino Fundamental e Médio, Balade Ayala, destacou a importância do “Diálogos” para os profissionais da rede:

- Este encontro agrega muito conhecimento e troca com vigor e alegria. Temos desafios na nossa rede que tem 106 escolas e 40 mil alunos do município e que chegam de outras cidades e estados. É importante essa interação entre os profissionais - avaliou.

Busca

Acesso Rápido

Destaque