Agentes de endemias retomam mutirões em vários pontos da cidade

2021-01-13 15:43:00 - Jornalista: Carla Cardoso
Compartilhe:  
Foto: Rui Porto Filho
Telefone para atendimento ao público é: 0800 022 6461

Nesta quarta-feira (13), a Prefeitura de Macaé, por meio da Secretaria de Saúde e Coordenadoria de Promoção à Saúde dos Animais e Controle de Zoonoses (CEPSACZ), retomou os mutirões de combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya. Até sexta-feira (15), as equipes vão atuar nos seguintes bairros: Visconde de Araújo, Nova Malvina, Morro de São Jorge, Riviera Fluminense, Praia Campista, Cajueiros, Nova Esperança, Parque Aeroporto, Jardim Esperança e Lagomar.

Entre as ações dos agentes de combates a endemias estão as visitas em locais onde é identificada maior necessidade de atuação. Os profissionais orientam moradores sobre como evitar o desenvolvimento de possíveis criadouros, eliminá-los ou fazer o tratamento da água acumulada, e, quando necessário, aplicam larvicidas nesses pontos.

No ano de 2020, a coordenadoria registrou a realização de 298.083 visitas, sendo 288.125 domiciliares e 9.958 em pontos estratégicos. Foram coletadas 1.059 amostras, sendo 495 positivas para o Aedes aegypti. As amostras foram analisadas pela equipe responsável no laboratório da coordenadoria.

O telefone para atendimento ao público é: 0800 022 6461. Todas as demandas do setor são registradas através desse número e encaminhadas para serem atendidas. Outra forma de contato é o email: cczmacae@yahoo.com.br .

Pandemia

No início da pandemia da Covid-19, os agentes ficaram afastados das ações externas por três meses, mas, após esse período, retomaram suas funções fazendo uso de Equipamento de Proteção Individual (EPI) e realizando as visitas domiciliares e em pontos estratégicos (locais como depósitos de materiais, onde pode ocorrer acúmulo de água resultando em focos do mosquito).

Para as visitas, os profissionais são orientados a manterem uma distância mínima de 2 metros do morador e evitar contato com pessoas idosas.

Campanhas de conscientização

Entre as ações de conscientização sobre os perigos e prejuízos causados pelo mosquito Aedes aegypti, está a realização do Dia D de Combate à Dengue, uma campanha nacional. Em 2020, a mobilização não foi possível, mas a pretensão é que este ano seja executada, com as medidas de segurança necessárias. A data e o material utilizados ainda serão viabilizados pelo Estado.

Cuidados

Para evitar a formação de criadouros de mosquitos, é importante verificar lugares como caixas d'água, calhas, pratos de vasos de plantas, ralos, aquários, latas, garrafas, pneus e outros ambientes onde o mosquito pode se reproduzir. Os moradores são orientados a manterem os quintais sempre limpos, recolher, eliminar ou guardar longe da chuva todo objeto que possa acumular água. O lixo doméstico deve ser acondicionado em sacos plásticos e descartado adequadamente, em depósitos fechados.

Busca

Acesso Rápido

Destaque