Revista Vértices publica dossiê do Observatório da Cidade

2020-12-15 14:56:00 - Jornalista: Joice Trindade
Compartilhe:  
Trabalho foi organizado por quatro professores

"Pensar e fazer a cidade: educação e desenvolvimento local" é o tema do Dossiê Temático, desenvolvido através da parceria entre a Prefeitura de Macaé, por meio do Observatório da Cidade, e a Revista Vértices. Dos 16 artigos, nove abrangem o dossiê publicado na 22ª edição. Todos os conteúdos evidenciam a cidade de Macaé e contemplam a educação e áreas de conhecimento como Serviço Social, Economia, Biologia, Engenharia Ambiental, Engenharia Civil e Engenharia Elétrica.

O material apresenta para o público resultados de pesquisas que discutem temáticas que contribuem para os gestores públicos de diversas áreas, assim como envolvidos com a história do município e o crescimento sustentável. Um dos artigos é "Formulação, implementação e análise das políticas públicas: o caso do Colégio de Aplicação- Macaé", que apresenta um estudo analítico, de autoria de Alex Macedo Silva e Alexandre Dantas, sobre a formulação, implementação e avaliação de políticas públicas.

Outro artigo cita "Programa Saúde na Escola: rastreamento de estudantes com alterações audiológicas matriculados em duas escolas municipais de Macaé". A pesquisa foi realizada em 2018, em duas unidades com estudantes entre oito e 14 anos.

Outro destaque é "O papel das universidades: as iniciativas em tempos de pandemia e a atuação da Cajuff- Macaé", da autora Ully Mayerhofer, que apresenta estudo sobre o papel das universidades, mais especificamente a atuação da Cajjuf, através de serviços prestados no município durante a pandemia do Covid-19.

"O processo de (re)organização da disciplina Anatomia Humana do Aparelho Locomotor para receber o primeiro estudante surdo da Escola de Medicina da UFRJ de Macaé", de Guilherme Aguiar, Jane Capelli e Vivian Corrêa, trata das adequações físicas, humanas, didático-pedagógicas necessárias ao recebimento do aluno.
Trabalho foi organizado por quatro professores
O Parque da Cidade também é pontuado no artigo "A Escola é n(o) Parque: possibilidades espaciais para a Educação em Macaé", com a temática da apropriação da cidade, a partir do uso dos espaços não formais como lugar de produção de conhecimento. O dossiê foi organizado pelos professores Cremilda Barreto Couto, da Faculdade Professor Miguel Ângelo da Silva Santos (FeMASS); e Vítor Yoshihara Miano, do Instituto Federal Fluminense (IFF) campus Macaé, e teve como colaboradores Luana Silva Monteiro, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ); e Darana Carvalho de Azevedo, da Universidade Federal Fluminense (UFF).

O Observatório reúne um coletivo de pesquisadores de diversas Instituições de Ensino Superior (IES) do município e da região, além de servidores municipais, organizados no Núcleo de Estudo e Pesquisa. Segundo uma das editoras do dossiê, Cremilda Barreto Couto, "a meta para o ano de 2021, é sequenciar o trabalho em redes interinstitucionais, tendo como foco principal o desenvolvimento da cidade de Macaé".

Para o próximo ano, já está em andamento a produção dos números, que terão temáticas selecionadas em edital específico, lançado no início de 2020, com a proposta de destacar casos práticos, rigorosamente analisados, de como a educação pode contribuir para o desenvolvimento local, segundo a coordenadora do Observatório da Cidade, Scheila Ribeiro.

O Observatório foi criado através da Portaria nº 09/2018, da Secretaria Adjunta de Ensino Superior, vinculada à Secretaria Municipal de Educação, e tem sua sede na Cidade Universitária. É efetivado por meio de parceria acadêmica voluntária, na constituição de uma rede interinstitucional que reúne agentes públicos de universidades, instituições privadas de ensino, gestão pública municipal e instituições parceiras.

Tem como objetivo principal analisar as transformações em curso na cidade de Macaé, promovendo uma avaliação contínua e sistemática da conjuntura social e econômica em que o município se insere.

Busca

Acesso Rápido

Destaque