Prefeitura Municipal de Macaé

Secretaria Adjunta de Obras

Prefeitura entrega obras de drenagem na Buraca

2016-06-15 15:34:00 - Jornalista: Catarina Brust
Compartilhe:  
Foto do prefeito, doutor Aluízio, cumprimentando cidadã
Foto: Rui Porto Filho
Moradores comemoram instalação de rede de água pluvial

A prefeitura entregou, nesta quarta-feira (15), as obras de drenagem realizadas na comunidade da Buraca, Aroeira. Antiga reivindicação dos moradores, a obra evitará os alagamentos nas ruas em dias de chuva e que entravam nas residências, causando inúmeros transtornos e prejuízos para as famílias. “Agora, é só vitória, dá para dormir tranquila. Antes enchia de água e tínhamos que colocar os móveis no alto. Chegamos a colocar comportas no portão para a água não entrar. O prefeito tirou o projeto da gaveta e fez a obra”, comemorou Elisabeth Domingues dos Santos, 69 anos, 42 morando na Buraca.

Essa alegria também foi compartilhada pelos outros moradores. Funcionária de uma escola, Arilza Francisco de Oliveira, 50 anos, era só emoção.

- Minha casa enchia de água, chegando acima da cintura. Perdi muitos móveis. Hoje, temos que agradecer a Deus e a todos os envolvidos. Não podia nem sair de casa, mas agora não enche mais - relatou Arilza Francisco de Oliveira.

Sua irmã, Idelcina de Oliveira Souza, 70 anos, do lar, lembrou da época da enchente de 2013 em que o prefeito acompanhou de perto a situação dos moradores. "Tá prá lá de bom. A obra está ótima, as manilhas que eles colocaram são enormes e dá pra andar em pé de tão grande", contou.

Secretários, moradores, vereadores e o prefeito Dr. Aluízio participaram da inauguração. A banda da Secretaria de Educação tocou o hino Nacional e de Macaé na abertura da cerimônia.

- Em dezembro de 2013, tivemos um dos piores dezembros da história de Macaé. A chuva atingiu a cidade, principalmente em Santana, Imboassica e aqui. Os moradores passaram por muito sofrimento, muita angústia e passamos várias semanas trabalhando. Definimos, então, a importância dessa obra para essas pessoas que vivem aqui há quase um centenário. Quando você pode fazer alguma coisa por essas pessoas é isso que vale. Essa obra é de vocês, para que possam ter mais tranquilidade – disse Dr. Aluízio.

A prefeitura investiu nove milhões de reais nas obras, com recursos próprios. Os trabalhos de drenagem começaram à beira do Canal do Capote, que margeia a Aroeira e Linha Verde, na esquina da Rua das Acácias e Avenida Vitória Régia, seguindo pela Rua das Acácias, atravessando a Alcides Mourão e se interligando com a Rua Francisco Coelho Sobrinho, que termina na Buraca. As atividades aconteceram sob a responsabilidade da Secretaria de Obras Públicas e Urbanismo.

As ações contemplaram instalação de rede de água pluvial, com aproximadamente 2 quilômetros de extensão, com galerias de 3 metros por 1,50m de largura, desde o final da Rua das Acácias e margem do Canal do Capote até a Francisco Coelho Sobrinho e imediações. Um trecho da rua recebeu ainda rede de esgoto com interligação da rede às residências.

Os moradores acompanharam positivamente as ações que beneficiam não só a Rua Francisco Coelho Sobrinho, mas toda comunidade no entorno. De acordo com o pastor e presidente da Associação dos Moradores do Morro de São Jorge, Jeferson Marcos Andrade, 33 anos, são 140 famílias cadastradas pelo Estratégia Saúde da Família (ESF) no Morro de São Jorge, que engloba Morro de São Jorge, Buraca, parte do Jardim Santo Antônio até a parte alta da Boa Vista.

- Essa é uma antiga reivindicação dos moradores. Sou nascido e criado aqui. Mais do que conquista, essa é uma mudança para todos nós. Com uma pequena chuva, já ficávamos ilhados. Um trabalho que demonstra os benefícios de termos um governo que trabalha em prol da população - pontuou Jeferson Marcos Andrade.

Para José Leite, 81 anos, há mais de 50 morando na Buraca, as coisas começaram a melhorar. "Já tivemos água quase no pescoço. Agora tudo mudou”, disse.

O prefeito recebeu uma homenagem do líder comunitário Reginaldo Oliveira de Souza e do ex-presidente da Associação de Moradores do Morro de São Jorge, Paulo de Matos. “Na época da chuva em 2013, tiramos uns sete caminhões de móveis e eletrodomésticos, e o prefeito foi de casa em casa e estava junto. Agradecemos também a ajuda que tivemos das secretarias de Obras, Serviços Públicos e Defesa Civil”, disse Reginaldo Oliveira de Souza.

Grande parte da rua que recebeu as redes de drenagem foi pavimentada com asfalto. Um trecho de mais de 500 metros, já se aproximando do final da Buraca, foi concretado - nesse trecho foi encontrado um afloramento de rocha, que teve que ser cortada com fio diamantado, por não ser possível o uso de explosivos na rua, por causa das residências. Essa concretagem com cimento aconteceu até o final da Buraca, nas proximidades de uma nascente ali existente e que contribuía, em caso de chuva mais forte, com o alagamento do local. Agora, com o trabalho de drenagem, essa água verte para a rede, sendo conduzida também para o Canal do Capote.

+ Mais Notícias
Busca

Destaque