Ação de combate à Dengue mobiliza o centro da cidade para o Dia D neste sábado

Mar 1, 2024 1:35:00 PM - Jornalista: Genimarta Oliveira

Foto: Jefferson Rezende e Ana Chaffin

A atividade foi uma prévia do Dia D de Combate ao mosquito, neste sábado (02)

Com objetivo de conscientizar a população sobre a importância de eliminar os focos do Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya, a Secretaria Municipal de Saúde promoveu, nesta sexta-feira (01), uma ação prévia do Dia D de Combate à Dengue. A iniciativa foi realizada no Calçadão da Avenida Rui Barbosa e seguirá neste sábado (02), a partir das 8h, no Lagomar e Engenho da Praia, e no Centro, a partir das 6h durante o período da manhã.

A estratégia faz parte das ações de mobilização da sociedade e marcam a intensificação do trabalho de enfrentamento ao mosquito. Uma tenda foi montada em frente à Sociedade Musical Nova Aurora, onde foi feita distribuição de material informativo e orientação.

Os secretários de Saúde, Alexandre Cruz, Adjunta de Média e Alta Complexidade, Mayara Rezende e de Atenção Básica, Natália Antunes, fizeram questão de comparecer ao local e interagir com a população, falando sobre a importância do apoio de todos os segmentos da sociedade no controle do Aedes.



“O trabalho é feito durante todo ano, mas, neste período, reforçamos as ações, de forma integrada. Estamos fazendo o nosso papel enquanto poder público, mas vale ressaltar a importância da população nesse momento, já que 90% dos focos estão nos imóveis e precisamos do apoio de todos para eliminar o mosquito transmissor da dengue”, afirma Alexandre.




Mayara Rezende acrescenta que as medidas estão sendo tomadas em conjunto e que estão sendo implantadas e ampliadas algumas ações.



“Estamos unidos neste combate à dengue. Na estrutura da média e alta complexidade, estamos ampliando as cadeiras de hidratação e todas as medidas necessárias no atendimento da rede hospitalar”, pontua.




Já Natália Antunes reforça que o foco na orientação e conscientização vem sendo intensificado.



“A interação com o público é muito importante, é uma oportunidade de sanar todas as dúvidas. Também estamos realizando mutirões, monitoramento dos bairros e promoção de saúde nas salas de espera. Essa causa é de toda população, por isso precisamos da colaboração de todos”, acredita.



Orientações
De acordo com o supervisor geral da Coordenadoria Especial de Vigilância Ambiental em Saúde (Cevas), Marcelino Rocha, aproximadamente 20 agentes de endemias e comunitários de saúde atuaram nesta prévia do Dia D.



“Estamos informando e distribuído os folhetos com orientações de como proceder e os principais locais que devem ser vistoriados dentro dos imóveis”, disse.




Na tenda, os agentes também apresentaram o ciclo de vida do mosquito, que são quatro, ovos, larvas, pupas e mosquitos adultos, através de uma lupa. Os ovos são depositados pelas fêmeas, individualmente, nas paredes internas dos recipientes que servem como criadouros, próximos à superfície de água. Eles possuem coloração escura e são menores que um milímetro de comprimento, sendo difícil a visualização.

A pequena Aysha, de seis anos, ficou encantada quando viu os ovos do Aedes no microscópio.



“Aprendi na escola que não se pode deixar água nos depósitos para não deixar o mosquitinho nascer. Hoje, estou vendo como ele nasce”, contou. A mãe, Silvana Nunes, disse que gostou da iniciativa da prefeitura e que reforçar as informações é sempre importante. “Muitas cidades estão com alto índice de dengue, temos que ficar atentos, pois a dengue mata”, pontuou.



Cuidados
- Não basta secar os reservatórios de água parada para impedir o mosquito da dengue de se reproduzir. É necessário lavar o depósito com água e sabão.

- Mantenha a caixa d´água fechada

- Lave com bucha e sabão tonéis ou depósitos de água. Feche-os com tampa própria ou com tela

- Guarde garrafas e baldes de cabeça para baixo

- Não acumule pneus

- Lave bem o suporte de garrafão de água mineral na hora da troca

- Verifique se todos os ralos da casa estão desentupidos e, se não estiver usando-os, deixe-os fechados

- Feche bem sacos plásticos e mantenha a lixeira tampada

- Evite acumular lixo e entulho

- Trate a água da piscina com cloro e limpe-a uma vez por semana

- Se você protege o muro com cacos de vidro, coloque areia naqueles que podem acumular água

- Coloque areia também nos pratinhos dos vasos de plantas ou xaxins

- Deixe a tampa de vasos sanitários sempre fechados

- Retire a água e lave com sabão a bandeja externa da geladeira

- Lave a vasilha de água de seus animais pelo menos uma vez por semana, com bucha, sabão e água corrente

- Jogue no lixo todos os objetos que acumulam água