Ações de combate ao Aedes aegypti se intensificam na Região Serrana

Feb 21, 2024 9:27:00 AM - Jornalista: Genimarta Oliveira

Os trabalhos acontecem nos dias 22, 26 e 28 deste mês e em 1° de março

Dando continuidade às ações da força-tarefa de combate ao Aedes aegypti, a Prefeitura de Macaé, por meio da Coordenadoria Especial de Vigilância Ambiental em Saúde (Cevas), da Secretaria de Saúde, irá intensificar os trabalhos na Região Serrana, nos dias 22, 26 e 28 deste mês e 1° de março.

Segundo o coordenador da Cevas, Luan Campos, em um trabalho integrado com a Gerência em Saúde e a Vigilância Epidemiológica, após alguns estudos e acompanhamento do mapa de incidência, ficam definidas as frentes de ações na serra com mutirão, pulverização com carro fumacê/UBV, tenda educacional, visitas domiciliares e educacionais.


“É importante frisar que a utilização do fumacê é feita nas áreas consideradas prioritárias, onde há casos positivos da dengue, de acordo com a curva epidemiológica do município. E na região serrana, temos questões de legislações ambientais por se tratar de uma região com uma fauna e flora específica”, frisou Luan.

No dia 22, o mutirão acontece nas Bicudas Pequena e Grande. Os agentes irão percorrer as ruas das localidades, realizando o serviço de orientação, aplicação de larvicida e recolhimento de amostras de larvas. De acordo com o Supervisor Geral da Cevas, Marcelino Rocha, será feito um mapeamento das áreas nesta localidade, para saber a incidência do mosquito. Na segunda-feira (26), o carro fumacê estará no Frade.

Ainda na programação, o trabalho segue no dia 28 em Glicério, com mutirão e pulverização com fumacê. Fechando a semana, na sexta-feira, primeiro de março, a equipe da Cevas estará em Córrego do Ouro. O distrito irá receber o mutirão de combate ao Aedes, carro fumacê e Tenda Educativa, que será montada na Praça Principal.

Entre os serviços disponibilizados na tenda, destacam-se: orientação sobre arboviroses, com dados sobre os sintomas, medidas de prevenção e formas de combate ao mosquito transmissor; distribuição de material informativo com panfletos e folhetos educativos abordando medidas simples que podem ser adotadas no dia a dia para evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti.