Equipe da Coordenadoria Especial em Vigilância Ambiental em Saúde visita Fiocruz

2022-05-19 11:26:00 - Jornalista: Equipe Secom
Compartilhe:  
#pratodosverem #macaéacessível foto, durante o dia, na qual vemos três profissionais (um homem e duas mulheres) em frente ao prédio da Fiocruz.
Foto: Divulgação
Um dos objetivos foi mostrar o Programa de Monitoramento de Vetores do Sana

Uma equipe da Coordenadoria Especial em Vigilância Ambiental em Saúde (Cevas), esteve na Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), na última semana.

O encontro foi realizado para apresentar o Programa de Monitoramento de Vetores do Sana (Promove-Sana) para o novo coordenador da Cevas, Flávio Muniz.

Foram também o assessor, Marcelino Rocha; e agente de combate de endemias distrito do Sana e aluna do Curso de Pós-graduação Stricto sensu em Vigilância e Controle de Vetores do Instituto Oswaldo Cruz/Fiocruz, Mariana Machado.

Mariana desenvolve o projeto de mestrado intitulado “Caracterização Entomoecológica da Paisagem para Mosquitos Envolvidos na Transmissão de Arboviroses e Malária na Área de Proteção Ambiental do Sana, Macaé, Rio de Janeiro”, com a orientação da Pesquisadora do Laboratório de Mosquitos Transmissores de Hematozoários (LATHEMA/IOC/Fiocruz), Nildimar Honório.

De acordo com ela, a dissertação tem como principal objetivo analisar a influência de variáveis ambientais locais e da paisagem na diversidade e distribuição de mosquitos vetores no Sana, com a finalidade de propor a implantação de um programa de vigilância de mosquitos no município de Macaé.

"Isso seria utilizado como estratégia de uma vigilância ativa de arboviroses e malária, denominado como Programa de Monitoramento de Vetores do Sana (Promove- Sana)", explicou.

A institucionalização do Promove-Sana foi pauta da reunião entre os profissionais de Macaé, discente e a orientadora da pesquisa, pois é um dos assuntos do mestrado da agente de endemias da Coordenadoria Especial em Vigilância em Saúde (Cevas), Mariana Machado.

Busca

Acesso Rápido

Destaque