Fundação Macaé de Cultura agita o Sana

2005-06-29 15:43:54 - Jornalista: Alexandre Bordalo
Compartilhe:  

A magia do Sana poderá ser vista e apreciada na Casa de Educação e Cultura Emílio Gato, onde acontece a exposição Memória Viva, entre os dias oito e 17 de julho. O objetivo do evento é resgatar e retratar a cultura do Sana. Na ocasião, turistas e moradores poderão conhecer melhor a história do sexto distrito de Macaé, através da exposição de fotos, reportagens e objetos antigos. A organização da programação cultural foi competência da Fundação Macaé de Cultura.

A coordenadora da Casa de Educação e Cultura Emílio Gato, Maria do Rosário Grey Tavares, conhecida como Lala, disse que a exposição reúne mais de 100 peças, pertencentes ao acervo da Casa e a moradores que emprestam materiais para serem expostos.

Lala conta ainda que fotos de famílias antigas da localidade, filmes retratando tradições e festas; objetos, como uma máquina de costura antiga, e um trombone de 1927, que pertenceu à primeira banda de música do Sana, também fazem parte do acervo.

Festa do Sana

Com programação do Projeto Art Luz, da Fundação Macaé de Cultura, a festa do Sana coincide propositalmente com a exposição Memória Viva. Será nos dias oito, nove e dez de julho. A partir das 14h, do dia oito, sexta-feira, haverá performance poético-musical sobre as poesias de Nori, que serão declamadas por Lu Maia e Mauro Meneses. Em seguida, contadores de causos e pequenas histórias irão passar conhecimento e diversão para crianças e adultos presentes à Casa de Educação e Cultura.

No sábado, dia nove, haverá brincadeiras para as crianças na praça principal, a partir das 10h e apresentação da peça teatral infantil “Peter Crash, o Palhaço Clouco”, às 15h, na Casa de Cultura Emílio Gato, que tem capacidade para um público de 200 pessoas.

Já no domingo, dia dez, uma gincana escolar acontece na praça, às 13h. Às 14h, haverá encenação musical itinerante com a Trupe de Improvisação Teatral do Sana. Eles farão o “Enlace Matrimonial de Mateus e Catarina”, como parte do 1º ato, na Casa de Cultura. O 2º ato consiste no cortejo que segue o itinerário da Casa até a praça, onde será a encenação pública do casamento. Às 16h, ocorre o Cortejo do Boi, saindo da Praça em direção ao Palco da festa.

Busca

Acesso Rápido

Destaque