Inscrições para a Oficina de Teatro e Produção Literária estão abertas

May 17, 2024 3:52:00 PM - Jornalista: Andréa Lisboa

O público alvo das próximas turmas é professores e trabalhadores da cultura

O projeto cultural macaense ‘Oficina de Teatro e Produção Literária’ foi selecionado pela Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro (Secec) através do edital Lei Paulo Gustavo de incentivo cultural. A proposta é o oferecimento de capacitação gratuita para que alunos, professores do Ensino Fundamental e do Ensino Médio e trabalhadores da cultura possam ministrar aulas de teatro para iniciantes. As inscrições remotas estão abertas e as aulas terão início na próxima semana.

O projeto que já atende desde abril estudantes de duas escolas da rede pública estadual de ensino em quatro turmas de 20 alunos abrirá duas novas turmas para capacitar também professores, com 20 vagas em cada turma. Os organizadores emitirão certificado de participação de curso de 32 horas/aula aos concluintes. A capacitação para docentes será oferecida de maio a agosto, também com a proposta de apresentar novos modos de trabalhar a produção de textos literários em sala de aula. As inscrições devem ser efetivadas através do link https://msha.ke/oficinadeteatro.

As aulas da primeira turma terão início na quarta-feira (22), na telessala do Colégio Estadual Matias Neto, localizado na rua Conde de Araruama, 439, Centro da cidade. As aulas serão às quartas-feiras, das 19h às 21h. Já as aulas da segunda turma começarão na quinta-feira (23), no auditório do Colégio Estadual Irene Meirelles, Av. Agenor Caldas, 442, bairro Imbetiba. As aulas serão ministradas às quintas-feiras, das 19h às 21h.

Fora as aulas práticas de teatro e um repertório de jogos teatrais e dinâmicas de grupo para aplicação em salas de aula, haverá estágio supervisionado, para que os participantes do curso apliquem com alunos o que foi aprendido. Na ementa da formação estão conteúdos sobre Viola Spolin, referência no ensino de teatro para iniciantes; Augusto Boal, criador do Teatro do Oprimido, e Paulo Freire, um dos mais importantes nomes da pedagogia no mundo. Os alunos receberão gratuitamente apostilas com o conteúdo do curso.

As aulas serão ministradas pelos professores Marcelo Atahualpa e Josie Schuenck. Atahualpa é formado em Teoria Teatral pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UniRio). Ele é ator, diretor, dramaturgo, cineasta, poeta, professor de teatro desde 2003 e gestor da Atahualpa Produções. Ele já ministrou aulas de teatro no Instituto Federal Fluminense (IFF), no Serviço Social da Indústria (Sesi) e na Escola Municipal de Artes Maria José Guedes (Emart). Já Josie Schuenck é formada em Arquitetura, Artes Visuais e Canto. Ela é professora de Artes na Rede Estadual de Ensino, atriz, cantora e bailarina.

“O teatro é uma arte profundamente integradora, coletiva e também capaz de desenvolver capacidades em indivíduos. O senso comum associa demais esta arte a tão somente o ato de interpretar ou simular situações por meio de uma ficção apresentada ao público. Mas, para além disso, aulas de teatro também promovem o respeito mútuo, o espírito de grupo e aguçam a capacidade perceptiva nas pessoas. É bom para a memória, para o desenvolvimento da comunicação falada, corporal e escrita, melhora nossa capacidade de leitura textual e da realidade. Um aluno de teatro aprende a falar melhor e a ouvir com mais atenção. Então, aulas de teatro, com certeza, são muito benéficas para auxiliar na construção de um ambiente escolar sadio, onde as pessoas se comunicam melhor porque se escutam e se percebem melhor mutuamente”, salienta Atahualpa que acrescenta que a prática teatral é um importante instrumento para a interação interpessoal fora das redes virtuais e é indicada para estudantes de todos os segmentos de ensino, adaptando-se os conteúdos às faixas etárias. Durante o curso, exercícios de criação literária serão compartilhados entre os professores inscritos nas turmas.

“A carga horária total do projeto é de 192 horas, indo bem além do mínimo das 20h exigidas pelo edital em que foi contemplado. Isso porque visamos oferecer uma experiência que colabore efetivamente para a melhoria do cotidiano escolar nas unidades atendidas. Além das escolas já mencionadas, recebemos recentemente a parceria do Colégio Estadual Luiz Reid. Como forma de culminância, prevemos uma apresentação de todas as turmas, em mesmo dia e local, integrando as escolas, alunos, professores e comunidades escolares como um todo”, completa.

“Este edital de fomento de produção cultural trouxe o recurso da Lei Paulo Gustavo para o estado, inclusive para o interior. Ele está permitindo que retornemos com as nossas atividades e projetos após a pandemia, que causou um grande impacto. Estamos levando cultura a locais não muito acessíveis a ela e realizando nosso ideais artísticos”, disse Josie Schuenck.

Os contatos para mais informações são: (22) 98147-6624 (WhatsApp), @atahualpaproducoes (Instagram) ou e-mail contato.oficinateatro@gmail.com.


Fotos Relacionadas