Macaé se prepara para implementar serviço de coleta seletiva

Sep 22, 2022 6:53:00 PM - Jornalista: Juliana Carvalho

Foto: Jaqueline Carvalho

Plano foi apresentado ao prefeito Welberth Rezende nesta quinta-feira (21)

O gerenciamento do que é descartado atualmente, mas que pode ser reaproveitado através da coleta seletiva foi discutido nesta quinta-feira (22), em reunião entre o prefeito Welberth Rezende e a Comissão Especial para Implementação do Programa de Resíduos Sólidos (CEIPCS). O objetivo é a definição do modelo que será adotado pelo município na iniciativa que reduz impactos ambientais e contribui para a gestão mais eficiente desse material.

A Comissão, instituída pelo decreto 107/2022, é multisetorial, com participação de secretarias municipais e da Câmara dos Vereadores. Ao longo de três meses, o grupo atuou na elaboração do Plano de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos Urbanos, apresentado hoje pela analista ambiental da Secretaria de Ambiente, Gabriela Certório.

Avançar na gestão dos resíduos e fazer com que o município tenha um programa eficiente desde a coleta à destinação foram pontos destacados pelo prefeito.


“Este é um assunto importante, atual, e que precisa fazer parte da nossa realidade. A definição do modelo passa por uma análise técnica que irá indicar para Macaé como atender essa necessidade de desenvolvimento sustentável, que engloba este serviço público que precisa estar disponível para toda a população”, afirmou Welberth, pedindo celeridade para o andamento das próximas etapas e parabenizando o empenho da Comissão.


“É fundamental que uma cidade como Macaé, com seu tamanho e importância, possa, definitivamente, colocar em prática, de maneira sólida e estruturada, o trabalho da coleta seletiva. Entendemos que precisaremos muito de conscientização e educação ambiental, mas uma vez implementado, o programa será permanente”, salientou Juninho Luna, secretário de Ambiente, Sustentabilidade e Proteção Animal, pasta que preside a Comissão.


A gestão dos resíduos sólidos urbanos integra o Plano de Saneamento de Macaé, aprovado em 2021. A perspectiva é que a formatação a ser adotada pelo município seja definida ainda neste segundo semestre, com algumas ações colocadas em práticas a partir de 2023.

A reunião contou com a participação de representantes dos órgãos que integram a CEIPCS: secretário da Casa Civil, Fernando Borba Pessanha; secretário adjunto de Serviços Públicos, Rodrigo Silva; secretário de Relações Institucionais, Tito Simões e membros da Comissão de Meio Ambiente da Câmara Municipal, como a vereadora Iza Vicente. Ainda fazem parte da Comissão, as secretarias municipais de Infraestrutura e de Agroeconomia.


Fotos Relacionadas