Prefeitura elabora plano de ação para situações de calamidades e emergências

2022-05-24 11:01:00 - Jornalista: Comunicação Secretaria de Desenvolvimento Social,
Compartilhe:  
#macaéacessível #pratodosverem foto, dentrro de uma sala corporativa iluminada, na qual vemos várias pessoas sentadas, de frente para outras também sentadas.
Uma reunião foi realizada na última segunda-feira (23)

O Grupo de Trabalho da Secretaria de Desenvolvimento Social, Direitos Humanos e Acessibilidade se reuniu, na última segunda-feira (23), com a Rede de Proteção Social para elaborar o Plano de Ação do Sistema Único de Assistência Social (Suas) em Situação de Calamidades e Emergências.

O objetivo foi planejar e discutir ações intersetoriais estratégicas, que organizam e norteiam a execução desse tipo de política pública no município. A reunião contou com a participação das secretarias de Defesa Civil e Habitação.

A apresentação foi feita pela coordenadora da Gestão Suas, Poliana Martins, e pela equipe da Vigilância Socioassistencial, representada por Kátia Ladeira.

O Secretário Adjunto de Defesa Civil, Joseferson Florêncio, o coordenador de Gestão de Risco, Eduardo Santos, e mais dois representantes da Secretaria de Habitação – a assistente social Romilda Costa e Rodrigo Vianna -, participaram ativamente do planejamento.

De acordo com Kátia Ladeira, como se trata de uma ação intersetorial, a Defesa Civil e a Habitação foram convidadas para identificar as necessidades apontadas a partir das informações contidas no Plano de Contingência da Defesa Civil. Houve a necessidade de estabelecer ações integradas de pré-emergência, emergência e pós-emergência.

"Foram apresentadas as estratégias de ação em relação às situações de calamidade e emergência, considerando as legislações vigentes que norteiam as respostas que devem ser dadas à população. As pessoas precisam saber a quem recorrer e quais medidas precisam ser tomadas nestas situações.", ressaltou Kátia.

"O município precisa estar preparado, ter seus locais de acolhimento, saber quem vai fazer o quê e cada ente entender as suas responsabilidades, para que a gente possa dar um atendimento digno ao cidadão" assegurou Joseferson Florêncio.

A segunda reunião do ano ocorreu num clima de colaboração e indicação, onde o GT fez um diagnóstico social, com a identificação dos territórios e suas vulnerabilidades, discutindo ainda, as melhores formas de ação em situações de calamidade pública. Além da Defesa Civil e da Habitação, participaram dos debates Jorge Ramos (coordenador da Proteção Social da Média Complexidade /Creas), Patrícia Abreu (coordenadora da Proteção Social Básica), Alanderson de Sousa e Eliane Lopes (coordenador e assistente social da Pousada da Cidadania), Márcia Estulano, Orcilea Baeta, Thatiana Rocha e Michele Nunes, Marcos Lopes, Andreza Lima e Alba Valeria (Cras Botafogo, Lagomar, Aeroporto, Nova Esperança, Barra e Aroeira, respectivamente).

Busca

Acesso Rápido

Destaque