Secretaria de Ambiente, Sustentabilidade e Proteção Animal

Plantio de mudas é realizado na Praia dos Cavaleiros

Sep 19, 2022 2:46:00 PM - Jornalista: Liliane Barboza

Foto: Bruno Campos

O local servirá para pesquisa

O mutirão de plantio de mudas aconteceu na manhã desta segunda-feira (19), próximo ao posto 2, na Praia dos Cavaleiros. A realização é do projeto de extensão Vivenciar, do Instituto de Biodiversidade da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Nupem/UFRJ), com apoio da Prefeitura de Macaé, por meio da Secretaria Municipal de Ambiente, Sustentabilidade e Proteção Animal.

O secretário de Ambiente, Sustentabilidade e Proteção Animal, Juninho Luna, explica que o instituto realiza um trabalho de pesquisa há 20 anos na restinga da orla macaense. "Além de receber as mudas nativas da vegetação de restinga, o local servirá como pesquisa para o Instituto de Biodiversidade da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Nupem/UFRJ)", explicou.

Juninho ressaltou a importância do plantio de mudas para o ecossistema local. "A recomposição da vegetação é fundamental para conter o avanço do mar", acrescentou.

O secretário informou ainda que a Secretaria de Ambiente e a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) irão realizar o trabalho de recomposição de mudas nativas da restinga em outros locais, como na Praia Campista. "Já foi realizada a retirada das plantas que não eram nativas para que o plantio seja realizado em breve", acrescentou.


"A nossa intenção é, em breve, fazermos o trabalho de plantio de mudas na Praia do Hollywood e, também, no Lagomar, que deverá contar com a participação de toda a comunidade. Não é só plantar, tem que preservar", destacou.

O professor do Instituto de Biodiversidade da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Nupem/UFRJ), Rodrigo Lemes, explica que o objetivo é levar ciência para a comunidade. Ele destacou a importância da parceria com a Prefeitura de Macaé. "É gratificante estarmos realizando a nossa função para que a população tenha acesso a educação ambiental, além de proporcionar pesquisa para estudantes e voluntários na área", disse.

A coordenadora do setor de Arborismo e Paisagismo da Secretaria de Ambiente, Sustentabilidade, Proteção Animal, Fernanda Norbert, destacou que as ações só iniciaram e, nesta quinta-feira (22), está previsto o cercamento do espaço onde foi realizado o plantio das mudas. "Hoje nós plantamos as espécies Blutaporon portucaloides, Alternanthera marítima, Pilosocerus arrabidae, Impomea pes-caprae, Carnavalia rosea, Neoreglia cruenta, Aechmea blanchetiana e Sophora tomentosa", especificou.

Ação agrada professores e alunos
O professor do Instituto de Biodiversidade da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Nupem/UFRJ), na disciplina de Biologia, Carlos Alberto Barboza, conta que o intuito do plantio de mudas é sensibilizar a população. "Um dos objetivos é preservar o nosso ecossistema. Essa parceria é de fundamental importância para o meio ambiente e para o instituto", comentou.

O aluno do 6º período da graduação de Biologia do Instituto de Biodiversidade da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Nupem/UFRJ), Caynã Dias, falou sobre a importância da ação, principalmente para conscientizar a população macaense. "É necessário ações para preservar a restinga para conter o avanço do mar. É importante essas parcerias entre instituições e governos, o que possibilita que nós, alunos, tenhamos a oportunidade de aprender na prática a teoria ensinada nas salas de aula. Aqui eu aprendi como realizar o plantio dessas espécies com a técnica correta", concluiu.