Secretaria de Saúde

Casa da Criança busca zerar fila de espera no teste da Orelhinha

2022-05-17 16:06:00 - Jornalista: Carla Cardoso
Compartilhe:  
Foto: Bruno Campos
A proposta é fazer 24 atendimentos por dia

Fundamental, principalmente, no primeiro mês de vida da criança, o teste da orelhinha foi retomado com força total na Casa da Criança. Com a meta de zerar, o quanto antes, a fila de espera para o procedimento, a unidade pretende realizar 24 atendimentos por dia (14 a mais do que era feito anteriormente), sempre de segunda à sexta-feira, das 8h às 17h.

O novo diretor administrativo da Casa da Criança, Pablo Corrêa Fontes, explica que quem aguarda para fazer o procedimento, caso não seja contatado por telefone, pode ir presencialmente ao espaço com os documentos necessários para o agendamento.

"Em Macaé, a Casa da Criança é o único lugar público que está fazendo esse atendimento. Então, todas as crianças, recém-nascidas ou em outras situações - que necessitam do teste - são encaminhadas para cá. Essa é uma determinação do Ministério da Saúde. Nossa preocupação é poder atender a todos que precisam", observa.

O diretor acrescenta que está sendo feito um mapeamento das especialidades com fila de espera para que seja realizado, em breve, um mutirão de atendimentos. "A ideia é zerar essas filas em especialidades de fonoaudiólogo, psicólogo, gastroenterologista, nefrologista e otorrino", planeja Pablo.

Hadassa Araújo da Silva, de apenas cinco meses, foi uma das crianças que realizaram o teste da orelhinha nesta terça-feira (17). No colo da avó, Viviane Araújo dos Santos, ela foi receptiva e estava bem atenta ao que acontecia ao seu redor. Esse foi o segundo teste da menina, que precisou repetir já que o primeiro apresentou defeito.

Esse também foi o segundo teste de João Pedro Lima Sampaio, de 2 anos e 5 meses. O primeiro, cujo resultado foi dentro da normalidade, foi ainda recém nascido, segundo explica a mãe Jacielma Lima Sampaio. Já este segundo exame trata-se de um pedido médico para investigação de TEA. "É muito importante ter esse suporte. Fiquei feliz quando me ligaram e agendaram", observa.

Procedimento

O teste da orelhinha é obrigatório por lei (12.303/2010) e deve ser feito ainda na maternidade, para avaliar a audição e detectar precocemente algum grau de surdez no bebê. O teste de emissões otoacústicas é feito através de um aparelho que avalia o ouvido interno (cóclea) do bebê. Uma sonda é colocada no conduto auditivo externo da criança e através de estímulo sonoro aplicado, é obtida uma resposta, por meio de um microfone também adaptado ao equipamento. Caso haja alguma alteração auditiva, pode ser detectada o mais precocemente.

Agendamento

Para fazer o agendamento do teste da orelhinha na Casa da Criança e do Adolescente, os pais ou responsáveis devem comparecer à unidade com o encaminhamento médico e o Cartão SUS. A Casa da Criança e do Adolescente fica à Rua Doutor Télio Barreto, 316, no Centro.

+ Mais Notícias
Busca

Destaque