Secretaria de Saúde

Estratégia reforça enfrentamento à risco de epidemia da dengue

2022-05-10 15:00:00 - Jornalista: Márcio Siqueira
Compartilhe:  
Foto: Pablo Machado
Equipes da Secretaria de Saúde se reuniram nesta terça-feira (10)

O cenário de aumento de casos de infecção de dengue registrado por Macaé neste ano define uma nova estratégia organizada pela prefeitura, com o objetivo de reforçar o enfrentamento aos focos de proliferação do mosquito aedes aegypti.

Em reunião realizada nesta terça-feira (10), as equipes da Secretaria de Saúde avaliaram dados referentes ao contágio e notificação de novos casos da doença e traçaram ações necessárias para reduzir o índice de infestação do vetor.

O objetivo principal desta nova ação é reforçar o alerta junto à população sobre a importância da identificação e eliminação dos focos de proliferação do Aedes aegypti.

“O alerta principal está na vigilância dentro das nossas casas, onde o número de focos do mosquito é preocupante. Precisamos desta atenção e apoio da população para eliminar os pontos de proliferação do mosquito, rompendo assim o ciclo de transmissão”, destacou o Secretário de Saúde, Alexandre Cruz.

O risco iminente de pandemia de dengue, associado ao aumento das notificações de novos casos registrados nas unidades de Saúde do município, eleva a responsabilidade do poder público e da sociedade em promover ações de enfrentamento ao mosquito.

Por isso, a estratégia discutida na reunião visa reforçar a fiscalização de descarte de resíduos em estabelecimentos comerciais locais, ações de conscientização da população de forma domiciliar, mutirões de limpeza nos bairros e novas campanhas educativas nas escolas e nas redes sociais.

“A proposta é realizar uma grande força tarefa para reforçar as campanhas de conscientização da população e promover, também, ações de recolhimento de resíduos voltadas a eliminar focos do Aedes aegypti. O cenário é de alerta para todos”, ressalta a Gerente de Vigilância em Saúde, Elenice Sales.

O encontro realizado hoje contou com a participação das equipes das Vigilâncias de Saúde, Epidemiologia e Ambiental da Saúde, além de representantes da Guarda Ambiental e das secretarias do Ambiente e Educação.

+ Mais Notícias
Busca

Destaque